Confira como foi a primeira etapa de apresentação de dados no II Seminário Phytus

Publicado em 6 de julho de 2017

A primeira etapa da apresentação de dados com os pesquisadores Phytus no II SeminárioPhytus, na manhã desta quinta-feira (06), teve apresentação de resultados de pesquisas da Drª. Caroline Gulart, do Me. Paulo Santos, do PhD. Rafael Pedroso e do Dr. Juliano Farias.

Caroline Gulart, que é responsável pela área de microbiologia e tratamento de sementes do Instituto Phytus, explanou sobre os patógenos transmitidos via semente, com foco no efeito do controle químico sobre a transmissibilidade da antracnose.

Paulo Sérgio Santos, coordenador de nematologia do Phytus, apresentou dados sobre fitonematoides, falando sobre a importância do manejo correto, já que causam grandes danos sobre a soja, enfatizando que o manejo dos nematoides precisam iniciar antes da semente cair no solo.

O PhD. Rafael Pedroso, coordenador de herbologia, falou sobre o resultado do uso de herbicidas para o manejo de plantas daninhas na cultura de soja, destacando a importância de um manejo holístico – não apenas em determinadas estações do ano.

Já o Dr. Juliano Farias apresentou resultados relacionados à entomologia, destacando o alto risco dos insetos para a cultura de soja. De acordo com ele, o manejo correto é uma forma de minimizar as perdas causadas por esses insetos.